CARTA DE OFERTA DE EMPREGO: Como escrevê-la, modelo e o que não fazer

carta de oferta de emprego
Fonte da imagem: Zenefits See More
Índice analítico Esconder
  1. O que é uma carta de oferta de emprego?
  2. Como faço para escrever uma carta de oferta de emprego?
  3. O que incluir no corpo de uma carta de oferta de emprego
    1. #1. Titulo do trabalho
    2. #2. Responsabilidades do trabalho
    3. #3. Salário e Comissão
    4. #4. Nome do Supervisor
    5. #5. Compensação e benefícios
    6. #6. Detalhes sobre a localização do seu local de trabalho
    7. # 7. Informações de contato
    8. #8. Potenciais e Restrições
  4. O que não incluir em uma carta de oferta de emprego 
    1. #1. Não surpreenda os candidatos
    2. #2. Evite falar sobre remuneração em termos anuais
    3. #3. Não faça promessas como (promessas de promoções, aumentos salariais ou bônus)
    4. #4. Por favor, não leve para o lado pessoal se funcionários em potencial tentarem negociar seus salários
  5. O que acontece após a carta de oferta de emprego?
    1. #1. Informe ao empregador que você viu a oferta de emprego
    2. #2. Examine cuidadosamente a oferta de emprego
    3. #3. Faça uma oferta alternativa
    4. #4. Avise outros possíveis empregadores
    5. #5. Não aceite uma oferta de emprego
    6. #6. Reconheça com um sincero obrigado
  6. A carta de oferta pode ser negada?
  7. Modelo de Carta de Oferta de Emprego
  8. Dicas úteis para avaliar uma oferta de emprego
    1. #1. Identificar e analisar perspectivas de expansão
    2. #2. Reflita um pouco sobre as alternativas
    3. #3. Obtenha uma compreensão completa da descrição do trabalho
  9. Conclusão
  10. Perguntas frequentes sobre cartas de oferta de emprego
  11. Quais são as coisas que você deve fazer depois de aceitar uma oferta de emprego?
  12. Uma carta de oferta de emprego é juridicamente vinculativa?
  13. O empregador pode retirar uma oferta de emprego?
  14. artigos semelhantes
  15. Referência

Antes de tomar uma decisão, você quase sempre precisará examinar um grande número de currículos e entrevistar um grande número de funcionários em potencial. E agora, depois de todo esse esforço, é hora de enviar sua carta de oferta de emprego. Você sabe que esta etapa do processo de contratação é tão importante quanto qualquer outra, pois você precisa destacar sua oferta de emprego para atrair o melhor candidato. É comum acompanhar uma oferta de emprego verbal com uma por escrito para garantir que o possível funcionário entenda e aceite totalmente os termos do cargo. Neste artigo, mostraremos o modelo de carta de oferta de emprego, como escrevê-la, o que inclui no corpo e o que não incluir. 

O que é uma carta de oferta de emprego?

Uma carta de oferta de emprego é um documento formal enviado a indivíduos que foram escolhidos para um trabalho. É uma boa ideia obter uma confirmação por escrito de uma oferta de emprego para que tanto o empregado quanto o empregador estejam claros sobre os termos do trabalho.

Além disso, o candidato também pode receber uma versão escrita ou eletrônica da oferta, dependendo da política da empresa e do processo de contratação. Depois que um candidato recebe uma oferta de emprego, seja por telefone ou eletronicamente, a oferta deve ser confirmada por escrito.

Como faço para escrever uma carta de oferta de emprego?

Para ajudar o candidato a decidir se aceita ou não a oferta, inclui uma visão geral da função, da organização e outras especificações pertinentes do cargo, como data de início, salário, benefícios e horário de trabalho.

Quando é o momento certo para enviar uma carta de oferta de emprego? Algumas empresas tomam decisões de contratação na hora, enquanto outras levam mais tempo. Depois que um candidato passou por uma série de etapas de triagem, como verificação de antecedentes, verificação de elegibilidade de comprovante de emprego, verificação de referência etc., eles podem receber uma oferta verbal.

Você deve enviar uma oferta de emprego por carta imediatamente para evitar que seu principal candidato seja considerado por outras empresas. Lembre-se de que os melhores clientes em potencial provavelmente escolherão várias ofertas de emprego, portanto, não hesite em fazer uma oferta competitiva.

O que incluir no corpo de uma carta de oferta de emprego

Estas partes de um modelo de carta de oferta de emprego devem estar sempre lá, mas sua ordem na carta é de responsabilidade do empregador:

#1. Titulo do trabalho

Ao escrever uma carta para oferecer um emprego, uma das primeiras coisas que você deve fazer no modelo menciona o cargo da função que o potencial funcionário irá preencher.

É possível que, durante o processo de entrevista, você tenha discutido com eles vários cargos diferentes. É fundamental comunicar ao funcionário o cargo que gostaria que ele assumisse, para que não haja espaço para desentendimentos entre vocês dois. Isso ajudará a evitar possíveis mal-entendidos.

#2. Responsabilidades do trabalho

Também é importante fornecer uma breve descrição do cargo e um resumo das funções que acompanham o cargo em uma carta de oferta.

É possível que o candidato tenha esquecido ou você não tenha coberto todas as responsabilidades necessárias para o cargo. O candidato gostaria de ter um registro por escrito do que foi dito para que possa revê-lo se tiver alguma dúvida ou preocupação após a reunião.

#3. Salário e Comissão

Ao discutir os termos da oferta salarial, é melhor começar descrevendo a tabela de pagamento. Por exemplo, se o empregado for pago bimestralmente, o salário deverá ser apresentado como tal.

Se o funcionário também ganhar comissões, você precisa explicar a estrutura da comissão, bem como os requisitos que devem ser satisfeitos para que eles recebam o pagamento das comissões. 

#4. Nome do Supervisor

A carta de oferta de emprego é um bom lugar para apresentar ao candidato o nome de seu futuro gerente ou supervisor pela primeira vez. Isso provavelmente será discutido em maior profundidade durante todo o processo de integração.

Esta parte da carta de oferta de emprego deve ser curta e, se necessário, combinada com outras informações. Além disso, explicações detalhadas sobre qualquer parte do contrato de trabalho ou processo de integração sempre podem ser fornecidas com o passar do tempo.

#5. Compensação e benefícios

É importante detalhar os salários e benefícios do candidato em sua carta de oferta.

Inclua taxas horárias (para funcionários não isentos) ou taxas de pagamento por período (para funcionários isentos) para que a empresa não seja responsável pelo valor total se o funcionário sair mais cedo. Da mesma forma, descreva as principais vantagens que sua empresa oferece aos funcionários.

#6. Detalhes sobre a localização do seu local de trabalho

Informações sobre o local de trabalho também devem aparecer na carta que você enviar como parte da oferta de emprego.

Para começar, forneça detalhes sobre a localização do local de trabalho principal do candidato (por exemplo, no escritório, em casa ou um híbrido dos dois). Em seguida, mencione detalhes como onde fica o escritório, como funciona o estacionamento e como entrar.

Assim como os outros itens desta lista, esta carta de oferta é o local ideal para abordar o assunto. No entanto, antes que o candidato apareça para o primeiro dia de trabalho, você pode revisar os detalhes do local de trabalho novamente.

# 7. Informações de contato

Forneça um número de contato para o cliente em potencial usar se tiver mais dúvidas sobre a oferta ou se quiser agendar um horário para uma reunião. Ao permitir que o candidato faça perguntas, você pode incentivar a comunicação aberta e reduzir a probabilidade de um candidato qualificado que não tem certeza sobre o trabalho recusar.

#8. Potenciais e Restrições

Deixe claro se a oferta de emprego depende de o candidato passar por uma verificação de antecedentes ou teste de drogas, assinar um acordo de confidencialidade ou não concorrência ou ter a certificação correta.

Esteja ciente de que a Lei de Controle e Reforma da Imigração de 1986 exige que todas as pessoas que desejam trabalhar nos Estados Unidos preencham o Formulário I-9 e o enviem ao empregador. É inteligente incluir uma breve declaração sobre as situações em que a empresa pode retirar a oferta de emprego.

O que não incluir em uma carta de oferta de emprego 

Se você deseja aumentar as chances de um candidato aceitar sua oferta de emprego e ter um bom começo em sua empresa, crie uma oferta de emprego atraente. Aqui estão algumas coisas que você não deve incluir em uma carta de oferta de emprego:

#1. Não surpreenda os candidatos

Mantenha os funcionários em potencial informados durante o processo de contratação para evitar qualquer desconforto depois que uma oferta for feita. Por exemplo, se for um trabalho de nível básico, isso deve ser mencionado no título e na descrição do trabalho. A transparência pode ajudar os candidatos a tomar decisões com todas as informações de que precisam.

#2. Evite falar sobre remuneração em termos anuais

Especifique a taxa horária de pagamento (por exemplo, $ 25 por hora) se for assim que você deseja compensar o trabalhador. Se eles receberem um salário, diga-lhes quanto eles podem esperar ganhar por semana. Não informe o salário em termos anuais, pois isso pode não refletir com precisão a remuneração real, que pode variar de acordo com o número de horas trabalhadas ou o número de semanas trabalhadas. Você não quer que o trabalhador pense que um salário anual garante 12 meses de remuneração ou um emprego vitalício. Certifique-se de mencionar qualquer estrutura de bônus ou comissão, mas saiba que ela pode ser alterada a qualquer momento.

#3. Não faça promessas como (promessas de promoções, aumentos salariais ou bônus)

Não diga nada que possa ser interpretado como uma promessa sobre a duração ou estabilidade da relação de trabalho. Na carta de oferta de emprego, declare que o funcionário está à vontade e que a carta não é um contrato. Você ou o funcionário podem encerrar o trabalho a qualquer momento e por qualquer motivo permitido por lei. Exceto em Montana, todos os outros estados tratam o emprego como “à vontade”. Se você acha que o trabalho será de curto prazo, inclua o prazo e a opção de sair.

#4. Por favor, não leve para o lado pessoal se funcionários em potencial tentarem negociar seus salários

Depois de receber uma oferta de emprego no competitivo mercado de trabalho de hoje, alguns candidatos podem tentar negociar um salário inicial mais baixo ou outras regalias. O candidato pode solicitar um salário maior, melhores benefícios, a opção de trabalhar em casa ou algum outro tipo de valorização do funcionário. Atualize sua carta de oferta de emprego para indicar se você pode cumprir seus padrões ou fazer uma contra-oferta que eles aceitem. Deixe claro que você não pode ajustar a oferta e use os benefícios da sua empresa para persuadir o candidato.

O que acontece após a carta de oferta de emprego?

Mesmo que seja uma boa notícia que um possível empregador esteja interessado em contratá-lo, você ainda deve ter cuidado. Agora, antes de aceitar a vaga, saiba como conversar bem com seu possível supervisor.

Aceitar uma oferta de emprego imediatamente nem sempre é uma boa escolha. Você deve pensar cuidadosamente antes de tomar uma decisão final. Aqui está o que acontece após a carta de oferta de emprego:

#1. Informe ao empregador que você viu a oferta de emprego

Depois de receber uma oferta de emprego, é importante transmitir seu entusiasmo ao gerente de contratação. Sua aceitação ou rejeição da oferta falará muito sobre o tipo de trabalhador que você é e definirá o tom para o resto de sua carreira na empresa.

Para fazer uma escolha inteligente, porém, você precisa de tempo suficiente para pensar cuidadosamente sobre a oferta e reunir todas as informações necessárias. Evite trabalhar para uma empresa que o pressiona a fazer uma escolha rápida.

Não procrastine respondendo a uma oferta de emprego; a empresa pode rescindir a oferta e contratar outra pessoa nesse meio tempo.

#2. Examine cuidadosamente a oferta de emprego

Ao considerar uma oferta de emprego, é importante pesar o salário com outros fatores, como benefícios, férias e incentivos. Verifique se o salário está de acordo com os padrões do mercado ou do setor, consultando recursos e ferramentas da Internet para compará-lo com salários para cargos semelhantes em organizações semelhantes.

Avalie todas as vantagens para ver se elas atendem aos seus requisitos. Por exemplo, você pode estar disposto a trabalhar por menos dinheiro se a empresa lhe der mais férias remuneradas e a opção de trabalhar em casa. Descubra se há algum trabalho de preparação, certificações ou testes pelos quais você deve passar antes de começar a trabalhar.

#3. Faça uma oferta alternativa

Você pode querer fazer uma contra-oferta se a oferta for muito baixa. Comece mostrando seu apreço pela oferta e seu desejo de começar. Em seguida, explique como seu trabalho anterior ajudará a empresa e como você contribuirá para o sucesso dela como um todo.

O próximo passo é enviar uma contraproposta que ilustre a faixa salarial que você acredita ser mais aceitável para você e seu nível de experiência com base em seu estudo e nos padrões de mercado vigentes. No entanto, você deve esperar que a corporação rejeite sua contra-oferta.

#4. Avise outros possíveis empregadores

Se você se inscreveu em vários lugares e recebeu ofertas de mais de um, precisa informar a todos que decidiu trabalhar com outra pessoa. Em vez de continuar sendo considerado para o trabalho, escreva um pequeno e-mail explicando que você tem outra oferta de outra empresa e gostaria de retirar sua inscrição.

#5. Não aceite uma oferta de emprego

Se você decidir recusar uma oferta de emprego, envie um e-mail educado ao gerente de contratação agradecendo a consideração, mas explicando por que você não pode aceitar o cargo. Embora não seja obrigatório, é sempre bom deixar um potencial empregador saber por que você está recusando a oferta de emprego. Isso pode ajudá-lo a manter um bom relacionamento de trabalho caso decida se candidatar novamente a um cargo na empresa.

#6. Reconheça com um sincero obrigado

Enviar um e-mail de agradecimento a um empregador em potencial mostra honestidade, mesmo que você decida não aceitar a oferta de emprego. Isso ficará fantástico em seu currículo, além de lhe dar a chance de verificar novamente as especificidades de seu trabalho com a empresa. Além disso, o e-mail funcionará como um lembrete para preencher e enviar a documentação necessária para ingressar. Além disso, leia SISTEMAS DE GESTÃO DE RELACIONAMENTO DE CANDIDATOS: Guia para os processos.

A carta de oferta pode ser negada?

Por questões de ética, uma empresa que já fez uma oferta a você para um cargo específico dentro da empresa não deve revogar essa oferta. Como resultado, você pode processar a empresa com base nos termos da carta de oferta se ela os violar.

Modelo de Carta de Oferta de Emprego

Prezado [Nome do Candidato],

[Nome da empresa] tem o prazer de oferecer a você o cargo de [tempo integral, meio período, etc.] de [cargo] com uma data de início prevista para [data de início], dependendo de [uma verificação de antecedentes, triagem de drogas, etc. .]. 

Você será responsável por [uma breve descrição das responsabilidades e expectativas do trabalho] como o [título do trabalho].

Você se reportará diretamente a [nome e cargo do gerente ou supervisor] em [local de trabalho]. O horário de trabalho é [dias da semana, horas do dia]. 

 O salário inicial para esta posição é [valor em dólares] por [hora, ano, etc.]. O pagamento é feito [semanal, quinzenal, mensal, etc.] por [depósito direto, cheque, etc.], começando em [data do primeiro período de pagamento]. Além disso, você será elegível para receber [discutir potencial de compensação adicional]. 

 [Nome da empresa] oferece um programa de benefícios abrangente, que inclui seguro médico, 401(k), folga remunerada, etc. 

 Seu emprego na [nome da empresa] será livre, o que significa que você e a empresa são livres para rescindir o contrato a qualquer momento, com ou sem justa causa ou aviso prévio. Esta carta não é um contrato indicando os termos ou a duração do emprego.

 Informe-nos que você aproveitará esta oferta assinando e enviando de volta esta carta até [data de término da oferta]. 

 Atenciosamente,

 [Sua assinatura] [Nome impresso] [Seu cargo]

Assinatura do Candidato: 

Nome impresso do candidato: 

Data: 

Dicas úteis para avaliar uma oferta de emprego

Existem alguns fatores a serem considerados ao avaliar uma oferta de emprego para fazer uma escolha sábia. Se você fizer isso, terá uma chance melhor de sucesso futuro. Leve em consideração o seguinte ao avaliar uma oferta de emprego:

#1. Identificar e analisar perspectivas de expansão

Pense se esta nova função lhe proporcionará ou não oportunidades de crescimento e desenvolvimento. Verifique se há espaço para crescimento em sua nova posição dentro da organização. Ter espaço para progredir ajuda você a se aproximar dos seus sonhos profissionais.

#2. Reflita um pouco sobre as alternativas

Você deve pesar cuidadosamente os prós e os contras de deixar seu emprego atual antes de aceitar um novo. Para um trabalho com melhores chances de promoção, você pode ter que abrir mão de algo, como um trajeto mais curto ou um salário inicial mais alto. Antes de fazer uma escolha final, certifique-se de ter pensado em todos os possíveis resultados.

#3. Obtenha uma compreensão completa da descrição do trabalho

Verifique se você compreende totalmente os termos da oferta de emprego. Em outras palavras, você precisa conhecer os detalhes de sua remuneração, incluindo seu salário ou valor por hora, bem como quaisquer benefícios aos quais possa ter direito.

Conclusão

A carta de oferta de emprego serve como o passo inicial para orientar um novo contratado para o procedimento de integração da sua empresa. Ao dar ao novo contratado uma base sólida sobre a qual construir, você pode tornar os primeiros dias e semanas de trabalho mais fáceis para todos os envolvidos. Fazer um plano detalhado para treinamento e outras atividades relacionadas é uma boa maneira de fazer as coisas.

Perguntas frequentes sobre cartas de oferta de emprego

Quais são as coisas que você deve fazer depois de aceitar uma oferta de emprego?

  • Coloque sua aceitação do trabalho por escrito
  • Dê ao seu empregador atual que você está aceitando uma oferta de emprego
  • Informar os outros contendores
  • Construa seus contatos
  • Ajuda com a transição
  • Mantenha contato regular com seu novo superior.

Uma carta de oferta de emprego é juridicamente vinculativa?

Uma vez que o empregado aceita o emprego e assina a carta de oferta, torna-se um contrato juridicamente vinculativo.

O empregador pode retirar uma oferta de emprego?

Sim. Depois de aceitar uma carta de oferta de emprego, a empresa ainda pode desistir sem explicar o motivo.

artigos semelhantes

  1. COMO MANDAR UM EMAIL SOBRE UM TRABALHO.
  2. CALCULADORA DE EMPRÉSTIMOS DE TÍTULOS: benefícios e como funciona
  3. ANÁLISE DE TRABALHO: Métodos eficazes para análise de trabalho (+Processo e Propósito)
  4. COMPRAR UM CARRO SEM TÍTULO: O que você deve saber.

Referência

0 ações:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar