A EXPERIÊNCIA DA MARCA APPLE: 7 coisas que a experiência da marca Apple significa para os clientes

Marca Apple

À medida que o mundo digital assume o espaço do marketing rapidamente, a marca Apple segue o mesmo ritmo. Indiscutivelmente, esta é uma marca que vai além, superando as expectativas, liderando e dominando a plataforma de marketing no mundo da tecnologia. Além disso, otimizou a experiência e as expectativas do cliente.

Cada cliente ou usuário da marca Apple tem uma experiência intrigante. Com seus excelentes produtos exibidos em lojas de telefones e slots, você não consegue deixar de dar uma terceira olhada neles, pois deseja ter um ou mais de seus produtos em sua posse. Há essa sensação de satisfação que vem quando você compra produtos da Apple. Além disso, para outros, é uma oportunidade de ganhar respeito, tendo uma posição de destaque na sociedade.

Dito isto, vejamos a experiência do cliente da Apple e as 7 coisas que a marca representa.

Leia mais: MARCAS MAIS VALIOSAS 2022

O que a marca Apple representa?

A marca Apple tornou-se um ativo valioso e criou com sucesso uma atmosfera eufórica, uma experiência de cliente totalmente nova na vida de seus clientes. Portanto, a marca representa criatividade e paixão.

A personalidade da marca Apple é exclusivamente sobre estilo de vida, imaginação, realização de sonhos e aspirações, inovações e liberdade para as pessoas através da tecnologia.

A Apple é uma marca de TI na qual os clientes têm uma lealdade feroz, tendo construído uma reputação estelar ao negociar voluntariamente e aceitar críticas dos clientes. É assim que a apple cria valor para os clientes, pois eles constroem fortes convicções sobre seus produtos em comparação com seus concorrentes.

Leia mais: CRIANDO UMA MARCA DO JEITO DAS MAÇÃS

7 coisas que a experiência da marca Apple significa para os clientes

#1. Avanço:

Para falar a verdade, você não pode usar um produto da Apple e permanecer um amador tecnologicamente. Não há problema em concordar com o fato de que a marca Apple é incrivelmente poderosa, técnica e está no topo dos dispositivos de TI do mundo. Os clientes tomam conhecimento dos modelos recentes de seus produtos introduzidos e com certeza, sempre há melhorias registradas atendendo suas necessidades de forma satisfatória.

#2. Produtividade:

A marca Apple construiu confiança com seus clientes ao longo dos anos. Sua taxa de produtividade tem sido notável ao longo dos anos. A Apple melhorou a experiência do cliente de sua marca nesse sentido, em benefício dos consumidores.

Uma contrapartida diferente é a de Nokia.

#3. Comunicação:

A experiência da marca Apple significa comunicação com os clientes. E essa é mais uma estratégia adotada para ampliar seu espaço no posicionamento de mercado. Hoje, existem diferentes opções para as quais os clientes podem mudar para expor suas opiniões; fazer sugestões, pedir ajuda, perguntar sobre o produto, relacionar-se bem e interagir com os representantes de atendimento ao cliente. Tudo isso está faltando em outros produtos da marca, mas criaram uma vantagem para a marca Apple.

#4. Simplicidade em Complexidade:

 Os produtos da Apple geralmente são complexos, mas ainda parecem simples. Assim, a técnica incorrida é aquela que outras marcas precisam aprender e entender. A Apple ajuda a reduzir a complexidade de seus produtos, na verdade, simplifica o manual do guia do usuário, a página da web e a descrição e o pacote detalhados. Aparentemente, os belos designs e estruturas dos produtos da Apple satisfazem seus clientes. A empresa entende a necessidade de seus clientes estarem cientes dos prós e contras da utilização de seus produtos. Assim, o uso de palavras simples, precisas e diretas foi fundamental para transmitir informações aos seus clientes, em sua linguagem.

#5. Conectividade ampliada:

A experiência da Apple vai além de suas lojas, ou seja, espalha seus tentáculos por várias cidades e locais do mundo. A conectividade começa no momento em que você dá um passo na jornada de compra, até revelar o produto e utilizá-lo.

#6. Possibilidades:

Com a introdução de seus recursos emocionantes, a marca Apple nunca deixa de surpreender seus clientes e o mundo em geral. A Apple mostra que tudo é possível; cada ideia e sonho é alcançável, com determinação e consistência.

#7. Aceitação:

A Apple mostrou que pequenas coisas importam. Sua aceitabilidade lhes rendeu a posição de liderança no mundo da tecnologia. Assim, os clientes mostram mais interesse na marca Apple à medida que a empresa aceita e age de acordo com seus comentários. Isso traz a satisfação de suas necessidades.

Há, de fato, muito a aprender com esse gigante da tecnologia.

Leia mais: Como a Apple construiu sua marca

A personalidade da marca Apple

A Apple tem uma estratégia de branding que se baseia principalmente nas emoções. O ponto de partida é como você se sente depois de usar um produto da Apple. A personalidade da marca Apple é sobre estilo de vida, imaginação, liberdade reivindicada, inovação, paixão, esperanças, ambições e aspirações, e trazer tecnologia para as pessoas.

A identidade da marca Apple também é remover a complexidade da vida das pessoas, design de produto centrado no ser humano e ser uma empresa realmente humana com uma conexão sincera com seus clientes. A Apple está posicionada como tremendamente benéfica para as pessoas (e empresas) à medida que tentam atingir seus objetivos graças a esses recursos.

Franquia do cliente e valor da marca da Apple

A marca Apple não está apenas familiarizada com seus clientes; também é muito apreciado e há um forte senso de comunidade entre os usuários das principais linhas de produtos da empresa.

O valor da marca Apple e cliente franquia são ambos incrivelmente fortes. O amor da “comunidade Mac” pelos produtos da Apple, por exemplo, não apenas manteve a empresa viva por muito tempo na década de 1990 (quando parecia um pato morto do ponto de vista econômico lógico), mas também permite que a empresa mantenha preços que é superior aos seus concorrentes.

É possível que se a marca Apple não comandasse um preço tão alto em tantas categorias de produtos, a corporação teria abandonado o computador pessoal mercado décadas atrás. Nos últimos anos, os lucros da Apple se beneficiaram diretamente de seu grande valor de marca, uma vez que o negócio reduziu substancialmente seus custos de produção, mantendo um forte valor de marca.

A experiência do cliente Apple

A enorme promessa da marca Apple é, obviamente, uma grande tarefa para a Apple cumprir. Os produtos da Apple não são apenas criados para cumprir a promessa da marca, mas também para mantê-la. Eles são inventivos, com design atraente, extremamente ergonômicos e tecnologicamente avançados.

A Apple reconhece a importância de todos os aspectos da experiência do cliente, bem como a necessidade de todos os pontos de contato da marca para reforçar a marca Apple.

A Apple expandiu e fortaleceu suas capacidades de distribuição abrindo centenas de seus próprios pontos de venda nas principais cidades do mundo, a maioria dos quais são destinos de compras sofisticados e de alta qualidade.

O alcance de varejo da Apple cresceu dramaticamente à medida que o iPhone negócio cresceu, graças às lojas de varejo das empresas de telecomunicações. A Apple também expandiu o escopo de suas lojas online e melhorou a acessibilidade de iPads e iPods por meio de outros revendedores que normalmente não vendem computadores.

As lojas de grande sucesso da Apple Retail permitem que potenciais compradores vejam em primeira mão os valores da marca Apple. Os visitantes do Apple Retail encontram um ambiente dinâmico e sem pressão, no qual podem aprender mais sobre a família Apple, testar produtos e obter treinamento e suporte prático em dispositivos Apple nos Guru Bars das lojas. O pessoal de varejo da Apple é gentil e conhecedor, e eles demonstram sua paixão sem serem detestáveis ​​ou arrogantes.

A impressão geral é de uma comunidade acolhedora que sabe o que é bom sem preocupações deve parecer e sentir, bem como como deve se encaixar na vida das pessoas.

Arquitetura da marca Apple

Mesmo investindo pesadamente nos produtos Apple iPhone, iPad, iPod e Apple Music, a corporação mantém uma identidade de marca “monolítica” ou mestre – tudo conectado com o nome da Apple (ou o logotipo da Apple).

Esses produtos fazem parte da atual linha de produtos da Apple, que também inclui o iMac, iBook, iLife, iWork, iPhone, iPad e iCloud. Apesar dos gastos significativos de marketing em torno do iPad, a Apple não conseguiu construir uma marca I. Embora o prefixo I seja reservado para produtos de consumo, ele está ausente em vários produtos da Apple (incluindo o Mac mini, MacBook, Apple TV, Music, AirPort Extreme e Time Capsule, Safari, QuickTime e Magic Mouse).

A decisão da Apple em 2014 de lançar as marcas Apple Pay e Apple Watch resultou na identificação ainda mais forte das mais novas áreas de negócios da empresa com a marca Apple. Não há marca iWatch, e Apple Music, Apple Pencil, Apple Pay e Apple Watch têm o logotipo da Apple emparelhado com um termo que explica sua função como identificação da marca. Apple Pay e Apple Watch têm marcas semelhantes à Apple TV, um dos projetos de longo prazo da Apple com potencial para transformar a experiência do usuário em mais um aspecto da vida diária das pessoas (ambição reafirmada por sua inclusão no Evento Especial de setembro de 2015 da Apple e novamente na Apple's World Wide Developer Conference – WWDC – em meados de 2016).

Efeito Halo da marca Apple

Embora a Apple iPhone e os negócios de música do iTunes são lucrativos por si mesmos, a incursão da empresa nesses setores de produtos foi baseada em uma estratégia de explorar a indústria da música para ajudar os negócios de computação da Apple a ganhar força.

Para fortalecer e revigorar a personalidade da marca Apple, a Apple empregou o iPad, o iTunes, o iPhone e (extremamente significativo na época) o iPod. Simultaneamente, essas atividades de produtos estão cultivando uma imagem de marca altamente relevante e atraente na mente dos consumidores que nunca ouviram falar da Apple antes.

A Apple esperava que a popularidade do iPod e do iTunes entre esses novos tipos de clientes levasse ao interesse pelos produtos de informática da Apple por meio do chamado efeito halo do iPod. Isso parece ter ocorrido. As vendas de computadores e a participação de mercado da Apple aumentaram dramaticamente desde o lançamento do iPod.

As ambições da Apple para o efeito halo do iPod foram mostradas com mais força há alguns anos, quando promoveu o iMac G5 computadores com o slogan “dos fabricantes do iPod”. A marca Apple havia completado o círculo nesse caso, tendo sido incorporada a um sistema de branding que começou na indústria de computadores pessoais, foi alavancado no negócio de eletrônicos de consumo e depois retornou ao mercado de computadores pessoais de consumo.

Perguntas frequentes

Por que a marca Apple é tão bem sucedida?

Por que a marca Apple é tão bem sucedida? Em sua essência, os princípios da ascensão da Apple ao poder são simples. Sua missão é clara, e tanto a equipe quanto os clientes aderem a ela. Embora famosa pela inovação, a empresa também não tem medo de pegar ideias e torná-las melhores. Em suma, a Apple permanece forte em sua identidade de marca.

O que torna a Apple única?

Possui produtos baseados em qualidade, incluindo muitos recursos extras, e é conhecido por sua criatividade e inteligência. MacBooks e iPhones são os principais produtos da Apple que são sinais de sucesso e popularidade. A marca não contém apenas o iPhone, mas muitos produtos mais avançados com uma variedade impressionante.

O que fez a Apple ter sucesso?

A Apple teve sucesso com um computador anterior chamado Apple II, lançado em 1977, e um sucesso moderado com o Macintosh em 1984. No entanto, ambos os computadores começaram a envelhecer. Empresas como a IBM fabricavam computadores com o sistema operacional Windows e os vendiam por muito menos do que o Macintosh.

  1. DEFINIÇÃO DO NEGÓCIO: Tipos, Exemplos e Estratégia
  2. Melhores ideias de negócios para começar sem estresse (40 dicas grátis + planos de negócios)
  3. Tipos de personalidade dos funcionários: descubra o seu
  4. MARCA APPLE E LEALDADE: Criando uma marca do jeito das maçãs
0 ações:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar